Hélder Bettencourt

Helder José Neves Bettencourt (1973) começou os seus estudos musicais aos 9 anos na Filarmónica Sociedade Recreio União Prainhense.

É professor de Música do 3º  ciclo e secundário na Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico, com o Curso Complementar de Formação Musical e Clarinete, ministrado no Conservatório Regional da Horta, do qual fez parte da sua Comissão Executiva Instaladora, nos anos lectivos de 1996/97 a 1998/99.

Neste momento dedica-se à formação de jovens músicos auxiliando várias Bandas da Ilha, como músico e com apoio de formação geral e direção.

Pertenceu à Orquestra Regional  Lira Açoriana,  desde a sua fundação em 1998, até 2012 onde exerceu as funções de maestro-adjunto e clarinete solista. Ao serviço da Orquestra Regional Lira Açoriana fez diversas ações de formação em clarinete nas ilhas do Pico, Terceira, São Jorge e Graciosa, tendo como principal função o melhoramento desta Orquestra, da responsabilidade da Direção Regional da Cultura.

Participou em Formações/Workshp de aperfeiçoamento com os maestros António Saiote, Délio Gonçalves, Afonso Alves, António Menino e Arnaldo Costa.

Ao nível da composição para Bandas Filarmónicas:

  • 2011

- foi distinguido com uma Menção Honrosa no I Concurso de Composição da Banda Sinfónica Portuguesa, com a obra "The rise:2351"

  • 2013

- teve uma obra finalista no Concurso de Composição da Banda Sinfónica do Exército e Inatel: "Entre céu e mar"

  • 2014

- teve a sua obra "The rise:2351" escolhida para peça obrigatória (nível I) no Concurso do Ateneu Vilafranquense.

  • Em 2015 viu 3 obras estreadas mundialmente:

- em Janeiro pela Banda de Alcochete ("Em Trânsito" - obra para saxofone alto, clarinete e banda)

- em Maio pela Banda da Armada Portuguesa ("Onda de Esperança" - baseada e inspirada pelo mar dos Açores)

- em Agosto pela Orquestra Académica e Juvenil das Lajes do Pico, "Na ponta do arpão" - tributo ao baleeiro.

  • 2016 viu estreadas as obras

- "Beijo do Tejo", que foi peça obrigatória (nível III) no Concurso do Ateneu Vilafranquense

- "Horizonte Azul", estreada pela Banda da Armada Portuguesa, no Dia da Marinha (20 de Maio

  • 2017 foram estreadas duas obras:

- "Abertura para o Filarmónico" (centenário da Filarmónica União e Progresso Madalense)

- "A magia do Músico", a quando do 75.º aniversário da Banda Assaforense (Sintra).

- "Açores, Terra de Mar e Fogo", uma encomenda da Banda Harmonia Mosteirense.

  • 2018

- foi estreada a obra "Nas asas de um Sonho", uma encomenda da filarmónica das 12 Ribeiras (ilha Terceira) para as comemorações do seu 30.º aniversário

- Banda da Armada Portuguesa estreou o arranjo sobre temas da música açoriana, "Nascido na Lava" nas comeorações do Dia de Portugal.

- autor de arranjos musicais de música portuguesa para consagrados solistas em trompete (Jorge Almeida) - "A Moda das Tranças Pretas", "Confesso" e "Verdes Anos" e clarinete (Nuno Pinto) - "Foi Deus", "Porto Sentido" e "Vira do Minho". Estes arranjos estão registados em CD.

  • 2019

- foi estreada mundialmente a obra "Victoria", uma encomenda da Banda da Armada Portuguesa, para as comemorações dos 500 anos da viagem de Circum Navegação, de Fernão de Magalhães;

  • 2020

- foi estreada mundialmente a obra "Mar ao Leme", foi escrita por solicitação da PwC Portugal,

composta no âmbito da celebração dos 10 anos do projeto LEME - Barómetro PwC da Economia do Mar.

Outros trabalhos ao nível da composição musical:

  • Possuí mais 200 arranjos/orquestrações para Big Band/Orquestra Ligeira;
  • Entre os diversos arranjos para música popular/folclórica colabora com todas as instituições de uma forma desinteressada e a maioria das vezes de forma gratuita.

As obras THE RISE: 2351 (subida à montanha da ilha do Pico) e ON THE WINGS OF THE HAWK (tributo ao milhafre dos Açores) estão editadas pelas empresa MOLENAAR (Holanda) e AFINAUDIO (Portugal). Também a obra ONDA DE ESPERANÇA está editada, pela editora SCOMEGNA (Itália).

Em direção de Bandas e Orquestras Ligeiras foi, de 2008 a 2014,  maestro da Sociedade Recreio União Prainhense e entre 2004 e 2010 o responsável pela Big Band "Banda a Gosto". Entre 1998 e 2018 maestro da Orquestra Juvenil da Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico e de 2017 a 2018 foi maestro da Filarmónica União Artista de São Roque. Neste momento é o atual diretor do Centro de Artes de São Roque do Pico e maestro da filarmónica Sociedade Recreio União Prainhense (2008-2014 e 2018- ).

Contactos

Email: helder.jnb@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/helder.bettencourt.1

Sítio da internet: https://helderbettencourt.wixsite.com/helderbettencourt

Telemóvel: 919690969

Catálogo

Abertura
Arranjo
Concerto p/ banda
Fantasia
Solista(s)
Suite